Pop Star 21

Varias vezes quando estava andando ás margens do Rio Swan, em Perth, Austrália Ocidental, onde moro, ficava imaginado qual seria o barco ideal para aproveitar todo o potencial desse rio em termos de lazer. Para isso teria que possuir um veleiro versátil para explorar as diferentes possibilidades desse espelho d’água, teria que ser um barco simples para não perder muito tempo com preparação antes de ir para a água, ser rebocável para poder ser guardado em casa sem depender de marinas e poder ser levado para outros lugares. Acima de tudo teria que ser um barco gostoso e divertido de ser velejado, tanto em passeios com a família quanto em regatas. Enfim, um barco para brincar durante o dia e levar para casa no final da tarde.

O Pop Star 21 é um barco simples e versátil que proporcionará muita diversão para a tripulação.

Conversando com amigos de diferentes lugares e levando em conta alguns e-mails que recebemos de vez em quando, percebemos que muitas pessoas tinham necessidades semelhantes, fosse para velejar no mar perto da costa, ou em baías, rios e lagos. Foi então que recebemos a solicitação de um amigo argentino que gostaria de desenvolver uma classe com exatamente essas características que decidimos que era chegada a hora de fazer este projeto.

Começamos desenhado um casco multichine com linhas bem suaves, fundo plano e popa larga, seguindo a linha dos nossos projetos mais recentes, o Pop 25 e o Pop Alu 32. Deixamos a proa bem fina para cortar bem a água, e a linha de centro com pouca curvatura na popa para diminuir o arrasto e facilitar o planeio. Pensando na facilidade de construção o casco tem apenas 5 painéis, o fundo plano, os dois costados com pouco “flair” e um painel intermediário estreito para completar o conjunto.

O convés tem uma pequena cabine na proa que vai até o mastro. Serve principalmente para guardar material, mas pode se transformar em beliche para quem quiser descansar um pouco durante os passeios. A área mais valorizada do convés é o cockpit que se estende do mastro até a popa. O Pop Star 21 possui dois bancos laterais mais baixos e confortáveis para ser usados em passeios e dois acentos mais altos junto a borda para a tripulação poder escorar quando o vento estiver mais forte, ou quando quiserem aumentar o desempenho.

O convés tem uma pequena cabine na frente do mastro e muito espaço no cockpit.

A quilha pesa 110kg com 85% deste peso concentrado no bulbo para aumentar sua eficiência sem aumentar demasiadamente o peso. Ela pode ser suspensa e diminuir o calado para facilitar colocar e retirar o barco da água em uma rampa com a carreta de transporte. O pórtico para movimentação da quilha é removível para não atrapalhar a movimentação no cockpit quando estiver navegado.

Escolhemos instalar dois lemes laterais na popa para garantir a manobrabilidade e o controle mesmo nas condições mais difíceis. As pás dos lemes também podem ser suspensas para diminuir o calado e facilitar a movimentação com a carreta.

O leme e a quilha podem ser levantados para facilitar o transporte com carreta e permitir chegar a lugares rasos.

O plano vélico possui uma vela grande bem generosa, uma buja fracionada de 110% no estai de proa e um balão assimétrico saindo de um gurupés retrátil. Para quem desejar fazer passeios mais tranqüilos pode-se usar opcionalmente uma vela grande com menos área e suprimir o balão assimétrico. O mastro com um par de cruzetas é pivotável na sua base para permitir que o barco passe por baixo de pontes, importante para quem deseja navegar em rios, e pode ser retirado e guardado separadamente para facilitar o transporte com a carreta.

O plano vélico é composto de uma vela grande generosa, uma genoa e um balão assimétrico que sai da ponta de um gurupés.

Para quem deseja explorar regiões de baixo calado, passear por rios estreitos e rasos ou regiões onde a navegação a vela não seja possível, colocamos junto à ferragem da cana de leme um suporte para um motor de popa pequeno.

O método construtivo é em alumínio soldado com todas as peças cortadas por máquina de corte numérico, sendo os arquivos com as informações para o corte das peças fornecidos junto com o projeto. Depois de receber as peças cortadas uma pessoa com alguma experiência de soldagem pode montar e soldar todo o barco em algumas semanas.

A sequência de montagem é bem simples e linear.

Quanto ao nosso amigo na Argentina que nos incentivou a fazer o projeto, ele já iniciou a construção do primeiro barco que está com a parte metálica quase pronta, e será o primeiro de uma série que poderá chegar a 10 barcos para serem uma das atrações de um resort na região de Córdoba, onde navegarão em um belo lago entre as montanhas. Ele nos enviou algumas fotos da construção que podem ser visualizadas na pagina específica do projeto em nosso site. Também recebemos o video abaixo mostrando o primeiro barco já com a parte metálica praticamente pronta.

Início da construção do primeiro Pop Star 21 na Argentina.

Um segundo barco começará a ser construído em breve no Reino Unido. Por enquanto o proprietário está trabalhando em uma maquete seguindo todos os passos da construção para aprender e ganhar experiência antes de passar para o barco final.

Maquete do Pop Star 21 que será construído no Reino Unido. O proprietário decidiu fazer a maquete seguindo à risca todas as etapas da construção com a intenção de aprender antes de iniciar propriamente a construção do barco.

Se você está procurando um barco simples para passear com a família, ou um barco excitante de velejar com o máximo de desempenho, ou ter um barco fácil de montar e transportar para guardar em casa e levar para diferentes lugares, ou quer poder explorar lugares que você não chegaria velejando, ou talvez um pouco de tudo isso, o Pop Star 21 tem tudo para ser o barco que você está procurando.

Clique aqui para conhecer o projeto do Pop Star 21.

>