Pop 25 Solaris - Toques finais antes do lançamento

Solaris, o Pop 25 que está sendo construído no Clube São Cristóvão, o maior centro de construção amadora de veleiros do Rio de Janeiro, está quase pronto. Seu dono, Fernando Santos, está concluindo seu sonho de possuir um veleiro de cruzeiro oceânico capaz de realizar as viagens costeiras que sempre sonhou fazer um dia. Ele se apaixonou pelo conceito de veleiro de cruzeiro insubmergível, capaz de navegar por tempo indefinido em qualquer direção, utilizando apenas o vento e a luz como fontes de energia para se locomover.

O Solaris está praticamente pronto e logo deverá estar navegando. Fernando Santos, seu proprietário, pretende realizar cruzeiros ao longo do litoral brasileiro, e para isso está muito bem preparado. Foto: Murilo Campos de Almeida.

A classe Pop 25, com mais de cinqüenta barcos sendo construídos em doze países diferentes (por ordem alfabética: Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Brasil, Espanha, Hungria, Nova Zelândia, Portugal, República Tcheca, Turquia e U.S.A.) em pouco mais de dois anos desde que o projeto foi concluído, é um dos maiores sucessos da carreira de nosso escritório. Com barcos sendo construídos em tantos lugares diferentes fica uma grande curiosidade de parte da galera para saber como as obras vão progredindo. Para sorte da classe já existem cinco blogs de construtores de Pop 25 com links desde nosso site (Hayal, Horus, Rancho Alegre, Konquest e Splash) o que permite que todos possam acompanhar essas obras.
Recentemente divulgamos o lançamentos do Horus, o Pop 25 construído em City Bell , Buenos Aires, Argentina, que já está navegando no Rio da Prata . Agora parece que a bola da vez deverá ser o Solaris. Esse barco com certeza terá uma matéria especial sobre o seu lançamento, pois fomos convidados para velejar nele. Fernando incorporou bem o conceito do Pop 25, aceitando integralmente a proposta do projeto, a de ser um veleiro de cruzeiro oceânico. Afinal, com vinte e cinco pés de comprimento, possuindo três beliches de casal, tanques de água doce com 260l de capacidade e proporcionando a possibilidade de fazer a manutenção de fundo na variação da maré, graças às suas quilhas gêmeas e seu baixo calado, um barco assim não é muito fácil de ser encontrado.

Duas cortinas darão privacidade ao banheiro, isolando-o da cabine da cabine de proa e do salão, quando em uso. A idéia do fogão a álcool sugerido no projeto foi aceita por Fernando, assim como a do motor elétrico, tornando o Solaris um barco ecologicamente correto. Foto: Murilo Campos de Almeida

O Pop 25 foi projetado pensando no montão de gente que deseja ter um barco de cruzeiro de oceano e tem que se defrontar com o tabu que barcos offshore deste tamanho não existem. Como o mercado não oferece essa opção, o jeito foi projetar para construção amadora, permitindo que qualquer um com determinação possa construí-lo.
Esse foi o segredo para que tantos velejadores de tudo quanto é lugar tenham querido construir o Pop 25. Agora que o projeto está mostrando ser tudo aquilo que nos propúnhamos que ele fosse, muita gente nova está interessada no modelo. Como outros barco estão quase prontos, imaginamos que daqui para frente vamos ter muitas outras inaugurações para noticiar.

Fernando Santos já sonhando com o dia quando poderá ficar em pé no cockpit de seu barco dentro d’água. A targa com as placas solares é nossa aposta na propulsão auxiliar elétrica. Foto: Murilo Campos de Almeida

Clique aqui para saber mais sobre o Pop 25.