Pop Alu 32 faz sua primeira viagem com sucesso

Em sequência aos nossos artigos precedentes, ficamos contentes de ver que a primeira unidade do Pop Alu 32 se portou muito bem na sua viagem de estreia em mar aberto, uma que pode ser considerada a mais difícil a realizar na costa Brasileira, de Rio Grande até uma cidade próxima ao Rio de Janeiro.

É uma travessia complicada porque não há abrigos entre Rio Grande e o Cabo de Santa Marta, em Santa Catarina, numa distância de aproximadamente 320 MN, e se o vento ronda para a sua direção habitual, NE, antes que se chegue ao Cabo, a maioria dos barcos deste porte tem que retornar e voltar a entrar em Rio Grande para esperar a próxima janela de tempo favorável.

E de fato o vento rondou para NE antes que chegassem ao cabo, e mesmo assim a tripulação conseguiu chegar a um abrigo em Santa Catarina, com ajuda do motor. Eles haviam saído de Rio Grande com a condição usual de frente fria e ventos frescos de SW, mas com um pouco de atraso, e foram forçados a enfrentar a temida mudança de tempo antes da chegada.

E então a tripulação decidiu-se por outra coisa inesperada, sair para o estado do Rio de Janeiro com ventos de NE, bem de frente, pois tinham compromissos e não podiam esperar condições favoráveis. O barco foi contra o vento e chegou ao destino sem avarias, o que atesta qualidade de construção pelo estaleiro Ilha Sul Construções Náuticas e um desenho com boas qualidades marinheiras.

Velocidades acima de 8 nós foram atingidas, e o dono elogiou a estabilidade e sensação de segurança transmitida pelo barco, mesmo em considerável ondulação de través.

Agora nós pretendemos continuar seguindo as aventuras deste barco, e também esperamos que as outras duas unidades com cascos já construídos e em estágios avançados de acabamento nos proporcionem mais notícias sobre a classe.

O primeiro Pop Alu 32 a navegar em sua poita, perto do Rio de Janeiro

Clique aqui para saber mais sobre o Pop Alu 32.