renderizações Descrição Layout Principais Dimensões Lista de Planos Plano Vélico Mastro e asteiamento Convés Construção do Casco Quilhas HIstória Fotos Clube Dados técnicos Formulario de Pedido

Multichine 28

Mastro: Comprimento total

Ixx

Iyy

10.30 m

170 cm4

580 cm4


Tipo

Diam

Quant.

Comprimento entre pinos

Terminal superior

Terminal inferior

Estai de proa

7 mm

1

10.94 m

Norseman macho

Norseman fêmea

Brandais de tope

6 mm

2

10.60 m

Norseman T

Esticador norseman fêmea

Brandais intermediários

6 mm

2

4.97 m

Norseman T

Esticador norseman fêmea

Brandais de força (vante)

6 mm

2

5.27 m

Norseman T

Esticador Nors. Fêmea

Estai de popa

6 mm

1

8.36 m

Norseman macho

Norseman fêmea

Cabrestos do estai de popa

6 mm

2

3.05 m

Norseman fêmea

Esticador nors. fêmea

O conceito de mastreação do Multichine 28 em sua versão cruzeiro é o mais simples e seguro que se possa desejar. Sua configuração em sloop com apenas um par de cruzetas e estais de proa e popa fixados no tope do mastro, tendo apenas um par de brandais de força de cada lado, é a combinação que oferece maior rigidez longitudinal e transversal. Como os ângulos dos brandais são bem abertos, não há necessidade de adotar dois pares de cruzetas, o que corta custos e simplifica a instalação do mastro.

Sendo o MC28 um categoria A de acordo com as normas de estabilidade da Comunidade européia para veleiros de oceano, (STIX), especificamos o mastro um pouco super-dimensionado com momentos de inércia mais elevados do que barcos de deslocamento semelhante, um fator a mais de tranqüilidade para quem pretende realizar cruzeiros oceânicos com uma alta margem de segurança.

No ano de 2009 fizemos um novo plano vélico destinado àqueles que somente desejam correr regatas do tipo “club-racing”. Para isso tivemos que projetar uma nova mastreação com mais área vélica, tendo mastro e retranca mais longos. Então tivemos que acrescentar mais um par de cruzetas. Essa mastreação teoricamente é até mais robusta do que a original, uma vez que os ângulos dos brandais são mais abertos,e os painéis de mastro entre cruzetas são menores. Todavia entre as cruzetas inferiores e o tope do mastro a rigidez longitudinal é ligeiramente menor do que na versão cruzeiro. Como o perfil do mastro é um pouco superdimensionado, apesar de o barco ser mais regateiro, ainda fica absolutamente adequado para cruzeiro.