Multichine 41SK

Multichine 41SK Bepaluhê. Da tela para a água

Luis Manuel Pinho

Quando ainda estávamos vivendo dentro do Green Nomad quase vazio, com uma mesa improvisada, recebi uma ligação de um cliente fazendo perguntas sobre a possibilidade de desenvolver um kit CNC para o projeto que ele queria comprar.

Escritório de desenho num casco quase vazio

O projeto era o MC 41 SK e o tempo de execução seria de 3 a 4 meses. O momento seria mais de tentar prosseguir com a obra o interior do Green Nomad, mas esta não progredia justamente por falta de fundos, de modo que decidi que era melhor colocar nosso projeto de lado por um tempo e pegar este serviço.

Foi assim que começou a história de mais um barco construído a partir dos planos do escritório, o Bepaluhê, dos nossos clientes e amigos Paulo e Betinha. Enquanto a Marli começava a cortar e colocar isopor para o isolamento térmico do Green Nomad, eu comecei a modelar este desenho, que já tinha várias unidades construídas pelo método convencional de "lofting".

Enquanto eu desenhava as obras em casa prosseguiam

Resolvi começar do básico, da tabela de cotas mesmo, e de coordenada em coordenada foi surgindo a forma de um lindo casco.

Como todos os barcos desta classe anteriormente haviam sido construídos em aço, houve um pouco de desenvolvimento novo a fazer, e algumas soluções para a quilha retrátil tiveram que ser repensadas.

Quando a fase inicial do kit CNC ficou pronta, Paulo pôde encomendar as chapas para as cavernas, casco e convés, e logo depois acompanhar o processo automatizado de corte das mesmas.

Em menos de 2 meses a obra começava a sair do âmbito virtual para o real, com as cavernas sendo montadas e depois posicionadas no picadeiro.

Visitamos diversas vezes a obra, e sempre me impressionava com essa cópia que a realidade fazia daquelas peças idealizadas na tela de um pequeno notebook. Ao mesmo tempo em que o novo barco ia tomando forma nós íamos fazendo o interior do Green Nomad, nosso Kiribati 36.

Por sorte a construção se deu na mesma cidade em que estávamos, e pudemos assim acompanhar todas as fases, até o lançamento, ao qual só a Marli esteve presente pois aconteceu na mesma época em que eu estava transportando um barco do Tahiti para o Mediterrâneo.

O Bepaluhe pronto para flutuar

Agora vamos poder ver o Bepaluhe na sua passagem por Rio Grande, e assim estarão dois representantes da nova linha de veleiros monocasco em alumínio com calado reduzido projetados pelo escritório lado a lado.

O dono do barco deixou de ser cliente para ser amigo e é muito gratificante ver o resultado do trabalho, não mais um projeto virtual e um sonho futuro, mas uma realidade que flutua e navega, levando uma família para lugares e momentos que tanto projetaram.

Para seguir o blog do Bepaluhê, clique aqui.


Caldeiraria do primeiro Multichine 41 SK feito em alumínio pronta em tempo recorde.

Já está pronta a caldeiraria da primeira unidade do Multichine 41 SK construído em alumínio pelo estaleiro Ilha Sul construções Náuticas ( http://www.ilhasulnauticas.com.br ), de Porto Alegre, RS.



O MC 41 SK fechado, pronto para o acabamento interno.

A tarefa foi completada em menos de 3 mêses de trabalho se se descontar o tempo em que o estaleiro mudou de instalações. Isso mesmo, o barco chegou a ter todas as seções montadas no picadeiro na localização original do estaleiro, em Barra do Ribeiro, e tudo foi desmontado e re-alinhado no picadeiro em Porto Alegre, e ainda assim a obra conseguiu ficar pronta em tempo recorde para um modelo metálico de nossa linha.



As duas montagens das seções no picadeiro.

O uso de 100% de corte CNC para a estrutura metálica possibilitou que se alcançasse tal velocidade e ao mesmo tempo um resultado da mais alta qualidade.



Assentando a primeira chapa de fundo

Este veleiro de grande conforto e baixo calado deverá estar navegando já na metade do ano.

Nosso cliente tem visitado a obra frequentemente e se diz muito satisfeito com sua decisão de investir num casco de alumínio e por ter podido contar com um projeto de última geração modelado em 3D, o que está possibilitando a realização de seu sonho num prazo que nem ele acreditava possível.



Dia da virada, sempre uma grande emoção 

Uma grande vantagem da construção em alumínio é que se pode passar diretamente da caldeiraria à fase de acabamento interno, sem necessidade de passar pelo penoso e dispendioso processo de jateamento abrasivo e pintura, e por isso mesmo o primeiro casco deve flutuar num futuro próximo.



Vista da caixa da quilha retrátil. A divisão para o banheiro e cabine de proa podem ser vista acima.

O porte do Multichine 41 SK permite que uma família com filhos faça longos cruzeiros ou até mesmo que se mude definitivamente para bordo, passando a ter uma moradia compacta e portável.

A nova geração de projetos de monocascos com quilha retrátil está abrindo um leque de destinos e ancoragens antes reservados aos catamarans e outros embarcações de baixo calado, além de aumentar a segurança do navegador, permitindo que entre em abrigos de furacão e passes complicados sem depender de marés.



O MC 41 SK e outros modelos de quilha retrátil da nossa linha poderão fazer companhia a este catamaran,
visto aqui na baía de Gadji, Ile des Pins, em Nova Caledônia.


Multichine 41 SK agora tem kit de corte CNC disponível

Para os interessados no projeto do Multichine 41 SK, um veleiro de cruzeiro de quilha retrátil de alto padrão de desempenho e segurança, a boa notícia é que o escritório Roberto Barros Yacht Design ( B & G Yacht Design ) agora pode oferecer os arquivos de computador que possibilitam o corte automatizado de praticamente 100% das peças de alumínio que compõem a caldeiraria do barco.

O conjunto de arquivos inclui detalhes como quilha, leme, mancal da quilha pivotante, além de toda a estrutura interna, tanques, casco, convés, cabine e cockpit.

O primeiro casco que utiliza o kit de corte CNC, o Bepaluhê, do nosso amigo e cliente Paulo Ayrosa, já está em avançado estágio de montagem no estaleiro Ilha Sul Construções Náuticas, de Porto Alegre.

O nível de precisão, qualidade de corte e produtividade da montagem são sem par na construção convencional com desenho e corte manual das peças.

Toda a estrutura detalhada em 3D

O Kit está disponível para construção em alumínio e é composto de 391 peças com tamanhos variando entre alguns poucos milímetros a cerca de 3,5 metros.

Estrutura da quilha pivotante

Com o Kit CNC um estaleiro consegue ter as seções prontas e alinhadas no picadeiro em menos de duas semanadas de trabalho, e a caldeiraria toda pode ser finalizada em tempo recorde.

As seções possuem furos de alinhamento, facilitando a montagem

Detalhe de um encaixe típico na montagem das seções com o kit CNC. À esquerda o furo de alinhamento que está a uma altura constante em todas as seções.

Agora este projeto fica ainda mais atraente para construtores profissionais, e mesmo amadores que gostem de um bom desafio.

O Multichine 41 tem tudo para ser a moradia e máquina de viagens de uma família, com acomodações e espaço suficientes para carregar um casal e filhos e as provisões necessárias para longos períodos sem abastecimento.

Os futuros navegadores Paulo e Beth, em visita ao estaleiro

O kit CNC para o Multichine 41 SK e também para a versão convencional, o Multichine 41, pode ser adquirido em tres partes distintas, dependendo da necessidade e fase da obra. Está separado em:

Kit 1 - Seções, chapas do costado e fundo e estrutura interna incluindo tanques
Kit 2 – Chapas de convés, cabine e cockpit
Kit 3 – Quilha pivotante, mancal da quilha, leme, skeg e patilhão.

O kit 1 custa AUD 1600 ( Mil e seiscentos Dólares Australianos ), o kit 2 AUD 1100 ( Mil e Cem Dólares Australianos ) e o kit 3 AUD 850 ( Oitocentos e Cinquenta Dólares Australianos ).

Para contato direto com nosso engenheiro especializado em arquivos de corte CNC o email é luisdesenhos@gmail.com . Para contato com o escritório o email é info@yachtdesign.com.au.