Formulario de Pedido Fotos Quilhas Construção do Casco Convés Mastro e asteiamento Plano Vélico Lista de Planos Principais Dimensões Layout Descrição

Pop 20

  • Seções transversais e roda de proa em tamanho natural
  • Modelo da quilha em tamanho natural.
  • Convés corrido e popa vertical.
  • Pernoite para quatro pessoas. Uma cama de casal.
  • O projeto de barco habitável do escritório com menos partes a serem fabricadas e que requer menos homens/hora para ser construído.
  • O Pop 20 é gostoso de velejar e é fácil de ser manobrado.

O Pop 20 é um barco fácil de construir e que veleja como um puro sangue. Além disso permite pernoite para até quatro pessoas.

Introdução: Sabendo que existe uma demanda por veleiros habitáveis de baixo custo e fáceis de serem construídos capazes de realizar cruzeiros costeiros, decidimos desenvolver um projeto que viesse permitir que um maior número de pessoas pudessem desfrutar do esporte do cruzeiro a vela, navegando em um barco seguro e confortável para seu tamanho.

Existia uma lacuna em nossa linha de projetos de estoque de um barco desse tipo. Por isso, quando decidimos projetá-lo, nosso principal objetivo foi fazer um design que permitisse fornecer um autêntico "kit" em formato digital, possível de ser impresso em folhas de papel A0, de modo que o construtor não tivesse como errar nas medidas das peças a serem fabricadas. Em cada detalhe do projeto encontramos alguma solução simples e clara de ser compreendida, e a montagem do barco ficou uma moleza de ser realizada. O resultado final, nosso projeto Pop 20, ficou sendo um marco em nossa linha de planos de estoque como o veleiro de seu tipo mais rápido e fácil de ser construído. Para coroar nosso trabalho, o Pop 20 veleja como um cisne, seu leme sendo leve e o barco sendo muito prático de ser manobrado.

Arranjo interno: O arranjo interno também é motivo para ser louvado, levando-se em conta que o barco tem apenas 6.20m de comprimento. A cabine de proa é ocupada por uma cama de casal com um toalete químico sob sua cabeceira. Uma antepara estrutural separa a cabine de proa da parte central do interior, a qual também funciona como suporte do esforço de compressão do mastro. À ré dessa antepara existem duas bancadas, uma de cada lado, na de boreste sendo instalado um fogão a álcool de uma boca, e na de bombordo, uma pia de bom tamanho. Dois armários sobre essas bancadas permitem estivar os equipamentos de cozinha. A ré dessas bancadas se estendem dois beliches cujas metades de ré ficam sob os assentos do cockpit, as metades de vante fazendo os assentos da área social do interior. Sob a entrada da gaiuta principal fica a geladeira portátil que também serve como degrau para se entrar na cabine.

Convés: A silhueta despojada do barco, com seu convés corrido abaulado até a entrada da cabine, e dali em diante plano, fazendo o papel de assentos do cockpit, é a solução mais simples que existe para se construir uma superestrutura, um verdadeiro presente para o construtor amador.

Características do veleiro: Velejando, o Pop 20 mostra grandes virtudes. Com um leme quase neutro, o barco acelera com grande facilidade quando aumenta a intensidade do vento. A resposta imediata do leme, praticamente pivotando em seu próprio eixo, e seu calado relativamente baixo (o Pop 20 cala 1.30m) são outras duas valiosas características do projeto, tornando-o um barco adequado para explorar recantos inacessíveis a barcos de quilha fixa com mais calado. E no caso dele porventura encalhar em algum banco, para livrá-lo, na maioria dos casos tudo que é necessário é colocar a tripulação se apoiando na retranca aberta para sotavento fazendo o barco adernar, dessa forma diminuindo o calado.

Pop 20, um barco simples de ser construído e divertido de ser navegado. Esse é o projeto que desenvolvemos para incentivar as pessoas a entrar no fascinante mundo do cruzeiro a vela construindo seu barco com as próprias mãos.

Embora o Pop 20 tenha sido desenhado para ser um barco para navegação costeira, muitos proprietários o usam como autênticos barcos de oceano. Isso representa um motivo de preocupação por nossa parte, não porque o barco não seja suficientemente robusto para enfrentar mar aberto, mas porque, por seu tamanho, se torna difícil manter a cabine seca em mau tempo se a gaiuta central de acesso não estiver fechada, mesmo que seja protegida por um dodger escamoteável, e principalmente porque o guarda mancebo com apenas 45cm de altura, não é seguro o suficiente para evitar que um tripulante possa cair no mar. Por esses motivos, mais a falta de espaço para transportar uma balsa salva-vidas, não o consideramos um barco oceânico.

A carreira bem sucedida desse veleiro se deve muito ao seu desempenho. Ele é divertido de ser velejado porque ao adernar, em vez de querer entrar no vento, acelera imediatamente, continuando com o leme leve. Sua orça também é eficiente, especialmente no vento fraco. No vento mais forte sua principal limitação é o modesto comprimento de sua linha d`água (apenas 5.20m).

É nossa intenção promover o Pop 20 como o barco para os tempos atuais, quando ninguém tem mais muito tempo a perder com obras que não terminam nunca, alem de requererem conhecimentos muito especializados para serem executadas. Ninguém precisa ser um carpinteiro naval qualificado para construir um Pop 20, sendo as instruções contidas no roteiro de construção suficientes para que a obra. Além disso, por seu custo modesto, muitos podem se aventurar sem sustos nessa empreitada.